14.10.08

Reggae


Ingressos a Venda nas Livrarias Evangélicas e Balcões de Ingressos. Mais Informações 71 9126 6050, 75 8154 1864


"Cantai louvores ao SENHOR com a harpa; com a harpa e a voz do canto. Com trombetas e som de cornetas, exultai perante a face do SENHOR, do Rei. Brame o mar e a sua plenitude; o mundo, e os que nele habitam. Os rios batam as palmas; regozijem-se também as montanhas, Perante a face do SENHOR, porque vem a julgar a terra; com justiça julgará o mundo, e o povo com eqüidade." Salmos 98: 5 a 9

7.10.08

Eleições x Cristianismo



Não era bem sobre isso que eu queria falar hoje, mas creio que não posso me abster quanto ao que vi acontecer nas eleições municipais de Salvador: voto religioso. É engraçado como nós, cristãos, somos vistos como um bolo só, que pensa (ou não pensa) da mesma forma e que tem as mesmas atitudes.
Sim, o cristianismo tem princípios fortes: amor, paz, supremacia de Deus e outras coisas. Não, nós não somos iguais e não pensamos (ou, novamente, não pensamos) da mesma forma. O voto religioso, convencido através de supostos princípios bíblicos, é o maior criador de novos coroneis. O engraçado é que isso não tem NADA a ver com o que Cristo viveu (e Ele é nosso modelo). Pastores, bispos e outros tantos se afiliam a partidos poderosos (ou nem tantos) e conseguem angariar votos através da igreja. Líderes convencem todo seu rebanho a votar naquele que é do seu agrado. E não é do agrado por conta de uma análise minunciosa do plano de governo. É do agrado por uma simples questão de poder.
É uma pena que isso se alastre em um país que já tem um histórico de dificuldade em escolher seus governantes. E esses, cheios de falso pudor, falam sobre a importância dos fiéis votarem no candidato de sua predileção. E a vaidade da conquista do poder torna-se mais importante que a responsabilidade de guiar pessoas para um posicionamento sério na escolha de governantes.
Este novo cristianismo (que é mais velho do que a sujeira instaurada em algumas igrejas, já que se apega com fidelidade ao que CRISTO mandou) não aceita a condição desse sistema "emburrecedor". Nada mais ilustrativo do que a imagem do Manifesto Missões Urbanas ao lado.

"1 Então falou Jesus à multidão, e aos seus discípulos, 2 Dizendo: Na cadeira de Moisés estão assentados os escribas e fariseus. 3 Todas as coisas, pois, que vos disserem que observeis, observai-as e fazei-as; mas não procedais em conformidade com as suas obras, porque dizem e não fazem; 4 Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens; eles, porém, nem com o dedo querem movê-los; 5 E fazem todas as obras a fim de serem vistos pelos homens; pois trazem largos filactérios, e alargam as franjas das suas vestes, 6 E amam os primeiros lugares nas ceias e as primeiras cadeiras nas sinagogas, 7 E as saudações nas praças, e o serem chamados pelos homens; Rabi, Rabi."

João 23: 1 a 7

2.10.08

Cantarolando esperança

video

A visibilidade é zero, mas o som é legal! Vale a pena!

Cair pode. Ficar no chão não pode.

"Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho. Porque se um cair, o outro levanta o seu companheiro: mas ai do que estiver só; pois, caindo, não haverá outro que o levante" EC 4: 9 e 10.

A parceria, o companheirismo, o compartilhar, o dividir. São tantos os termos de vida em conjunto que fazem parte do cristianismo genuíno. Recomendações e exemplos são sempre no sentido: andem em conjunto, compartilhem, empenhem-se juntamente, não esteja só.

A deturpação da doutrina humana cria uma imagem de um cristão que tem a verdade absoluta e que não “se mistura” com pecadores. Isso não resiste à verdade bíblica. “Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo (Cristo) mentiroso, e a sua palavra não está em nós”.

Dizer que crente não faz merda é mentira e afronta, inclusive, a palavra de Deus. Dizer que caímos e que podemos levantar, tentar evitar a queda, pedir ajuda, desejar estar de pé. Isso, sim, é verdade.